Eu não sei

Imagem: Raquel Pellicano

Eu não sei o que me trouxe até aqui.

Quem sou é uma questão que não sei responder.

Talvez melhor assim,

talvez melhor eu seguir

até o fim.

Talvez me agarrei em um desejo infantil

Não cresci.

Não soube ver a linha tênue

entre a realidade e a poesia.

Mas não era isso que ela queria?

Não sei quando ela desistiu de mim.

Só acordei agora,

E não sei como cheguei até aqui.

Por que nunca me ensinaram

Que o único sentido da vida é viver,

E que poesia tem limites.

Em altas doses é letal,

Caminho sem volta.

COMPARTILHAR
Neila Grenzel

Ex-redatora do Grupo Quinquilharia.